Ncoisas em cores e fatos

Avatar pretende democratizar e ampliar o acesso à era da hiperconexão

Por redação @ncoisascomunicacaoe

O avatar Nina Verso é uma referência ao nome de Nina Silva e ao universo virtual da Web3. Além disso, tem traços, biótipo e estilo da própria Nina. A primeira imagem, divulgada no dia 11 de novembro, inaugura um novo jeito da CEO do Movimento Black Money se comunicar na Internet. De acordo com Nina, a ideia é aproximar e desmitificar temas relacionados à hiperconexão.

Com o título de Mulher Mais Disruptiva do Mundo em 2021 pela Women in Tech Global Awards, Nina Silva segue buscando meios de descentralizar setores, especialmente, empresariais. A criação de Nina Verso é mais uma maneira de tratar temas como: educação financeira, inovação e empreendedorismo.

Nina Silva e Nina Verso.
Na primeira imagem divulgada da influenciadora digital, Nina Silva aparece ao lado de Nina Verso.

“A Nina Verso também vai falar de um futuro sustentável de uma maneira descontraída com público de diversas idades, identificação de gênero e raça”, declara Nina. Ela também confidencia que apostar na Web 3 é um opção consolidada.

“Há muito tempo, a gente vem discutindo como as novas tecnologias podem democratizar o acesso dos grupos subrepresentados e com a Web 3 vislumbramos esta possibilidade, porque permite a tomada de decisão em comunidade, engajamento e protagonismo com negociações desburocratizadas e transparentes”.

NINA SILVA

Muito Prazer, sou Nina Verso!

A Nina Verso é uma criação da startup Biobots, a qual Nina Silva é conselheira. A empresa também é responsável pelo o desenvolvimento do avatar de Sabrina Sato, a Satiko e de Bianca Andrade, a Pink.

E Nina Silva, além de ser uma entusiasta e estudiosa do tema, também participa de projetos na área. Entre eles, os conduzidos pela EVE-NET, que é uma organização autônoma voltada para a popularização da tecnologia entre as mulheres.

Já sobre a aparência de Nina Verso, Nina explica o quanto acredita que seja relevante associar a imagem dela ao avatar.

“Escolhi ela idêntica a mim devido à força de todo meu histórico ligado à tecnologia, empoderamento e pautas sociais”.  E complementa: “ao mesmo tempo em que vai cumprir um de meus papéis, conversar de maneira simples e levar informações que possam transformar para melhor a vida das pessoas”.

Nina Verso.
Nina Verso.

Conheça Nina Silva

Nina Silva tem mais de 20 anos de experiência no ramo de tecnologia e de negócios. É uma premiada administradora de empresas com forte atuação na área de inovação, independência financeira e presença feminina no mercado. Com especial atenção às questões relacionadas ao avanço da população negra na sociedade.

Nina Silva.

Em 2019 é reconhecida pela revista Forbes como uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil.

É fundadora do D’Black Bank e CEO do MBM (Movimento Black Money).

Também é membro do conselho da Fiesp e do Tribunal de Contas da União.

Além disso, o nome de Nina Silva consta na lista da Bloomberg Linea como uma das 500 Most Influential People in Latin American, em 2021 e 2022. Sendo também premiada internacionalmente pelo MIPAD em 2018, na 100 List of Most Influential People African Descent.

E mais recentemente, em 2021, Nina é agraciada como Mulher Mais Disruptiva do Mundo pela Women in Tech Global Awards.

Foto de redes sociais de Nina Silva.

Assista à entrevista de Nina Silva no programa Cultne na TV

Acompanhe a entrevista de Nina Silva no programa da 10ª temporada do Cultne na TV. Programa exibido na TV Alerj e conduzido pela jornalista Neide Diniz.

Leia também!

Livro digital “Olhares Negros” é disponibilizado gratuitamente

Livro aponta caminhos para superar o endividamento

Leia Mais:

Divulgação do Seminário e Oficina

Seminário e oficina da Reafro Rio mobilizam afroempreendedores

O seminário Afroempreendedorismo, Desenvolvimento Local e Territórios, realizado pela Reafro Rio, na na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, no dia 18 de agosto, reuniu Afroempreendedores e Afroempreendedoras da capital e cidades vizinhas. A iniciativa marca também o início das ações da nova diretoria da Reafro Rio, que tem pela frente três anos de gestão.

Leia Mais >>
Cartaz da peça Candelária

“Candelária” relembra 30 anos do crime que chocou o Brasil

O espetáculo “Candelária” é resultado de pesquisa dramatúrgica realizada pela Trupe Investigativa Arroto Cênico sobre a chacina, que ocorreu na no Centro do Rio de Janeiro, em 1993. Na ocasião, oito jovens foram assassinados enquanto dormiam em frente à `Igreja da Candelária. A peça teatral, em cartaz no teatro da Casa de Cultura Laura Alvim, levanta reflexões sobre o crime que chocou o país.

Leia Mais >>